public marks

PUBLIC MARKS from tadeufilippini with tag cantoras

This year

Isaurinha Garcia – Wikipédia, a enciclopédia livre

(via)
Isaurinha Garcia Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa Question book-4.svg Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde março de 2016). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido. —Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico) Isaurinha Garcia em 1946 Isaura Garcia OMC , mais conhecida como Isaurinha Garcia, (São Paulo, 26 de fevereiro de 1923 — São Paulo, 30 de agosto de 1993) foi uma das maiores cantoras da MPB.[1] Com mais de cinquenta anos de carreira, foi considerada a Edith Piaf brasileira. Gravou mais de trezentas canções. Entre seus maiores sucessos está a música "Mensagem".

Rachel Ripani – Wikipédia, a enciclopédia livre

(via)
Rachel Ripani Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Broom icon.svg As referências deste artigo necessitam de formatação (desde setembro de 2017). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro. Rachel Ripani Rachel Ripani em maio de 2011. Nome completo Rachel Ripani Rach [1] Nascimento 7 de setembro de 1975 (42 anos) São Paulo, SP Ocupação Atriz Cônjuge Giuliano Girond Página oficial IMDb: (inglês) Rachel Ripani Rach (São Paulo, 7 de setembro de 1975) é uma atriz brasileira. É mãe de Théo Ripani Girondi, seu primeiro filho do relacionamento com o publicitário Giuliano Girondi. [2]

Rita Pavone – Wikipédia, a enciclopédia livre

(via)
Rita Pavone Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Question book.svg Esta biografia de uma pessoa viva não cita as suas fontes ou referências, o que compromete sua credibilidade. (desde janeiro de 2013) Ajude a melhorar este artigo providenciando fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória. Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico) Rita Pavone Rita Pavone (1965) Informação geral Nascimento 23 de agosto de 1945 (72 anos) Origem Turim, Piemonte Itália Instrumento(s) Vocal Período em atividade 1962-2005 2013–presente Gravadora(s) RCA Italiana, Dischi Ricordi Afiliação(ões) Cantora, atriz Página oficial www.ritapavone.it Rita Pavone (Turim, 23 de agosto de 1945) é uma cantora, intérprete e atriz italiana. Começou sua carreira como cantora em 1962 com o single La partita di pallone e, pouco tempo depois, torna-se um sucesso mundial, fazendo também exitosas turnês em países europeus e da América Latina:Argentina e Brasil. Lança outros vários singles em seguida, como Alla mia età, Come te non c’è nessuno, Cuore, Datemi un martello, Che m'importa del mondo, Viva la pappa, Il geghegè e Fortissimo, atingindo o topo das paradas. Em 1967 Rita atuou no filme Pistoleiros do Oeste.

2009

Righteous Brothers songs collection in full length music wavs.

(via)
The Righteous Brothers collection A Man Without A Dream Baby I Need Your Lovin' Dream On Ebb Tide Go Ahead And Cry Give It To The People Harlem Shuffle He Hey Girl Hold On, I'm Comin' I Believe I Just Wanna Be Me Island In The Sun Hung On You Just Once In My Life Koko Joe Let It Be Me Little Latin Lupe Lu My Babe On This Side Of Good-bye Rock And Roll Heaven See That Girl Soul And Inspiration Stranded In The Middle Of No Place Turn On Your Love Light Unchained Melody White Cliffs Of Dove You'll Never Walk Alone You've Lost That Lovin' Feelin' The Songs on these sites are copyrighted by the respective artist and are placed here for entertainment purposes only. No profits are made for this site from their use. Please support these artists and purchase their music if you like it.

2008

Ná Ozzetti

Meu bem, meu bem Você tem que acreditar em mim Ninguém pode destruir assim um grande amor Não dê ouvidos à maldade alheia, e creia Sua estupidez não lhe deixa ver que eu te amo Meu bem, meu bem Use a inteligência uma vez só Quantos idiotas vivem só, sem ter amor E você vai ficar também sozinha, eu sei porque Sua estupidez não lhe deixa ver que eu te amo Quantas vezes eu tentei falar Que no mundo não há mais lugar Pra quem toma decisões na vida sem pensar Conte ao menos até três, se precisar conte outra vez Mas pense outra vez, meu bem, meu bem, meu bem, eu te amo Meu bem, meu bem Sua incompreensão já é demais Nunca vi alguém tão incapaz de compreender Que o meu amor é bem maior que tudo que existe Mas sua estupidez não lhe deixa ver Que eu te amo Tanto Trombone: Participação Especial de Raul de Souza Violões: Dante Ozzetti Baixo Acústico: Gabriel Violino Spala: Alexandre Ramires de Vicente Violinos: Altamira Tea Bueno Salinas, Jorge Salim, Rui Sérgio Gabriel Salles, Airton Adelino T. Pinto, Josemar Gonçalves Moreira, Helena Akiko Imasato, Mário Lima Peotta Violas: Glauco Masahiro Imasato, Akira Terasaki, Marcos Fukuda, Hector Eduardo Pace Violoncelos: Cristina Manisco, Isidoro Cardoso Trompa: Mário Sérgio Cardoso Arranjo e Regência: Dante Ozzetti

Ná Ozzetti

Eu sei que me disseram por aí E foi pessoa séria quem falou Você tava com saudade de me ver passar por aí Eu sei que você disse por aí Que não tava muito bem seu novo amor Você tava mais querendo era me ver passar por aí Pois é, esse samba é pra você, ô, meu amor Esse samba é pra você Que me fez sorrir, que me fez chorar Que me fez sonhar, que me fez feliz Que me fez amar Violão e Piano: Dante Ozzetti Baixo: Chantily Bateria: Duda Neves Bongô e Vaso: Edimilson A. Forni Coro: Ná Ozzetti Trumpete, Flugelhorn: Cláudio Farias e Junior Galante Sax Barítono, Sax Tenor, Sax Soprano, Flauta: Lino Simão Sax Tenor, Sax Soprano: Otavio Bangla Trombone: Itacyr Bocato Jr. Arranjo: Dante Ozzetti Arranjo Vocal: Ná Ozzetti

2007

Ná Ozzetti

Eu sei que me disseram por aí E foi pessoa séria quem falou Você tava com saudade de me ver passar por aí Eu sei que você disse por aí Que não tava muito bem seu novo amor Você tava mais querendo era me ver passar por aí Pois é, esse samba é pra você, ô, meu amor Esse samba é pra você Que me fez sorrir, que me fez chorar Que me fez sonhar, que me fez feliz Que me fez amar Violão e Piano: Dante Ozzetti Baixo: Chantily Bateria: Duda Neves Bongô e Vaso: Edimilson A. Forni Coro: Ná Ozzetti Trumpete, Flugelhorn: Cláudio Farias e Junior Galante Sax Barítono, Sax Tenor, Sax Soprano, Flauta: Lino Simão Sax Tenor, Sax Soprano: Otavio Bangla Trombone: Itacyr Bocato Jr. Arranjo: Dante Ozzetti Arranjo Vocal: Ná Ozzetti NÁ OZZETTI Músicas: 1 SUA ESTUPIDEZ 2 NÓS 3 AH! 4 NO RANCHO FUNDO 5 DIO COME TI AMO 6 SÓCRATES BRASILEIRO 7 A OLHOS NUS 8 LIBRA 9 CARDÁPIO BARRA PESADA 10 ORFEU 11 DIVA

Ná Ozzetti

| Release | Discografia | Cifras |Página Oficial | E-mail | Home |

2006

JD Hay's Crooners Collection full list.

This is the complete listing of all artists on JD Hay's Crooners Collection. Male, female, groups and instrumental artists with songs in full length music wavs. Listed alphabetically by first name. These are not sorted by genre but cover easy listening, jazz, rhythm and blues, country, pop, oldies and vintage from the 1930's to the 1970's. Some artists have more than one page and a few may have an alternate site. Just click on