public marks

PUBLIC MARKS from tadeufilippini with tag poeta

This year

Fabrício Carpinejar – Wikipédia, a enciclopédia livre

(via)
Fabrício Carpinejar Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa Fabrício Carpinejar O poeta na abertura da Feira do Livro de Canoas, RS, 2012 (foto:Cultura/RS, remix de Olimor) Pseudônimo(s) Fabrício Carpinejar Nascimento 23 de outubro de 1972 (45 anos) Caxias do Sul, RS Brasil Residência Porto Alegre Nacionalidade brasileiro(a) Progenitores Mãe: Maria Carpi Pai: Carlos Nejar Cônjuge Beatriz Reys Carpi Nejar Filho(s) Mariana Carpi Nejar Vicente Carpi Nejar Ocupação Poeta, escritor, colunista e jornalista Influências Lista [Expandir] Prémios Prêmio Nacional Olavo Bilac, da Academia Brasileira de Letras entre outros Magnum opus As Solas do Sol Escola/tradição Pós-modernismo poético Assinatura Asscarpjar.png Fabrício Carpi Nejar (Caxias do Sul, 23 de outubro de 1972), ou Fabricio Carpinejar, como passou a assinar a partir de 1998, é um poeta, cronista e jornalista brasileiro.

Paulo Vanzolini – Wikipédia, a enciclopédia livre

(via)
Paulo Vanzolini Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa Paulo Vanzolini Paulo Vanzolini em 2008, no palco da Virada Cultural em São Paulo Nascimento Paulo Emílio Vanzolini 25 de abril de 1924 São Paulo, São Paulo Morte 28 de abril de 2013 (89 anos) São Paulo, São Paulo Nacionalidade brasileiro Causa da morte Pneumonia Campo(s) Zoologia Paulo Emílio Vanzolini (São Paulo, 25 de abril de 1924 — São Paulo, 28 de abril de 2013) foi um zoólogo e compositor brasileiro, autor de famosas canções como "Ronda", "Volta por Cima" e "Na Boca da Noite". Foi um dos idealizadores da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) e ativo colaborador do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo que, com seu trabalho, aumentou a coleção de répteis de cerca de 1,2 mil para 230 mil exemplares.[1] Adaptou a Teoria dos Refúgios a partir de estudos conjuntos com o geógrafo Aziz Ab'Saber e com o norte-americano Ernest Williams. Refúgio foi o nome dado ao fenômeno detectado nas expedições de Vanzolini pela Amazônia, quando o clima chega ao extremo de liquidar com uma formação vegetal, reduzindo-a a pequenas porções. Assim formam-se espaços vazios no meio da mata fechada.

Arthur Rimbaud – Wikipédia, a enciclopédia livre

(via)
Arthur Rimbaud Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Question book-4.svg Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde abril de 2010). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido. —Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico) Arthur Rimbaud Carjat Arthur Rimbaud 1872 n2.jpg Rimbaud aos 17 anos, retratado por Étienne Carjat, provavelmente em dezembro de 1871 Nome completo Jean-Nicolas Arthur Rimbaud Nascimento 20 de outubro de 1854 Morte 10 de novembro de 1891 (37 anos) Nacionalidade França Francês Influências Lista [Expandir] Influenciados Lista [Expandir] Gênero literário Romance e Drama Movimento literário Simbolismo Magnum opus Uma Temporada no Inferno Jean-Nicolas Arthur Rimbaud (Charleville, 20 de outubro de 1854 — Marselha, 10 de novembro de 1891) foi um poeta francês.[1] Produziu suas obras mais famosas quando ainda era adolescente sendo descrito por Paul James, à época, como "um jovem Shakespeare". Como parte do movimento decadente, Rimbaud influenciou a literatura, a música e a arte modernas. Era conhecido por sua fama de libertino e por uma alma inquieta, viajando de forma intensiva por três continentes antes de morrer de câncer aos 37 anos de idad

2010

2008

The Tyger by William Blake

(via)
The Tyger Tyger! Tyger! burning bright, In the forests of the night, What immortal hand or eye Could frame thy fearful symmetry? In what distant deeps or skies Burnt the fire of thine eyes? On what wings dare he aspire? What the hand dare sieze the fire? And what shoulder, & what art, Could twist the sinews of thy heart? And when thy heart began to beat, What dread hand? & what dread feet? What the hammer? what the chain? In what furnace was thy brain? What the anvil? what dread grasp Dare its deadly terrors clasp? When the stars threw down their spears, And water'd heaven with their tears, Did he smile his work to see? Did he who made the Lamb make thee? Tyger! Tyger! burning bright In the forests of the night, What immortal hand or eye Dare frame thy fearful symmetry? William Blake

Poet: Emily Dickinson - All poems of Emily Dickinson

Emily Dickinson grew up in a prominent and prosperous household in Amherst, Massachusetts. Along with her younger siter Lavinia and older brother Austin, she experienced a quiet and reserved family life headed by her father Edward Dickinson. In a letter to Austin at law school, she once describe .. .. more >>