public marks

PUBLIC MARKS from tadeufilippini with tag musica

29 October 2007 17:45

The top songs of the 20th Century

(via)
Top Music Songs Of the 21st Century RIAA and the National Endowment for the Arts Announce "Songs of the Century"

29 October 2007 17:30

Songs of the Century - Wikipedia, the free encyclopedia

(via)
Songs of the Century From Wikipedia, the free encyclopedia • Learn more about citing Wikipedia • Jump to: navigation, search The "Songs of the Century" list is part of an education project by the Recording Industry Association of America (RIAA), the National Endowment for the Arts, and Scholastic Inc. that aims to "promote a better understanding of America’s musical and cultural heritage" in American schools. Hundreds of voters, which includes elected officials, people from the music industry and the media, teachers, and students, were asked in 2001 to choose the top 365 songs of the 20th century with historical significance in mind. The voters were selected by RIAA, with 200 out of 1,300 selected responding.[1].

29 October 2007 17:15

CNN.com - Entertainment - Songs of the Century - March 7, 2001

(via)
Songs of the Century March 7, 2001 Web posted at: 5:30 p.m. EST (2230 GMT) (CNN) -- Here are the "Songs of the Century," as compiled by the Recording Industry of America and the National Endowment for the Arts:

29 October 2007 17:00

28 October 2007 07:15

28 October 2007 07:00

28 October 2007 01:15

28 October 2007 00:30

THE EVERLY BROTHERS - CRYING IN THE RAIN LYRICS

Crying In The Rain Lyrics Artist(Band):The Everly Brothers Review The Song (0) Print the Lyrics Send polyphonic ringtone to your cell phone I'll never let you see The way my broken heart is hurtin' me I've got my pride and I know how to hide All my sorrow and pain I'll do my cryin' in the rain If I wait for cloudy skies You won't know the rain from the tears in my eyes You'll never know that I still love you so Though the heartaches remain I'll do my cryin' in the rain Rain drops fallin' from heaven Could never wash away my misery But since we're not together I look for stormy weather To hide these tears I hope you'll never see Some day when my cryin's done I'm gonna wear a smile and walk in the sun I may be a fool but till then darling you'll Never see me complain I'll do my cryin' in the rain I'll do my cryin' in the rain I'll do my cryin' in the rain

27 October 2007 23:30

18 September 2007 04:15

~*~muitOfOfO~*~: Setembro 2005

(via)
Dr. e os sapos: continuação Você faz parte... Agora só falta ouvir a música. A incrível história de Dr. Rusch e os sapos envenenados de Paulo Tatit "Na América do Sul tem um pais chamado Brasil onde acontecem coisas incríveis e nos vamos contar como é que o naturalista Augusto Ruschi se tratou da doença terrível que ele pegou dos sapos venenosos. Dr. Augusto Ruschi, o naturalista e os sapos venenosos. Ele era naturalista porque gostava da natureza, estudava a natureza, entendia os bichos, as matas, as formigas, os passarinhos... e defendia a natureza! Não deixava ninguém derrubar árvores, queimar florestas, poluir rios, matar e arrancar a pele dos animais, não deixava. Dr. Augusto Ruschi, mais vale um pássaro voando que dois na mão. Mas antes de contar onde, como e porque os sapos venenosos envenenaram o Dr. Ruschi, quero vem quem adivinha qual o bicho que ele mais gostava. Dou-lhe uma, ... dou-lhe duas... dou-lhe três... o beija-flor! Beija-flor das fadas; vermelho; saíra; besouro; pardo; d'água; do mato; de penacho; comum; em geral. Mas um dia, ... um dia ele estava sozinho na floresta e vieram os sapos, os sapos venenosos! Primeiro ele parou e viu aqueles sapos escondidos... ai ele falou: - "Que sapos bonitos, vou estudar estes sapos" e levou alguns sapos para examinar melhor na casa dele! ih! Mas ele não sabia que aquele tipo de sapo quando ficava nervoso, irritado, soltava um veneno terrível que podia ser mortal! Cuidado Ruschi! Chiii, agora ele estava envenenado! Dr. Augusto Ruschi, o naturalista, envenenado! Ai, ai, ai. Tentou os hospitais, as farmácias e drogarias, consultou médicos, falou com cientistas, especialistas, tomou remédio, fez dieta, fez de tudo, mas nada, nada, nada adiantava. E o Dr. Augusto Ruschi, o naturalista, envenenado... Nesses casos assim tão graves, só se alguém tiver uma grande idéia e pensar uma coisa diferente, e pensar o que pouca gente pensa... E foi assim que um poeta lá do Rio, pediu ao Presidente do Brasil, pra falar com o cacique dos índios (é claro, o cacique dos índios!) E veio o cacique Raoni E veio o pajé Sapaim Trouxeram as ervas lá do alto Xingu Umas ervas estranhas pra chuchu E disseram: "Viemos curar professor amigo do índio e dos bichos". E disseram e fizeram a pajelança. Medicina de índio, pajelança. Fumaram cigarros, deram banho de ervas, esfregaram as mãos, fizeram massagem... retiraram o veneno... curaram! E todo mundo viu no jornal e TV, todo mundo acompanhou pelas fotografias. A gente via e ele lia ao lado dos dois amigos: Raoni, Sapaim. E o Dr. Ruschi, o naturalista pôde então concluir o seu trabalho; feliz ele foi atras de uns beija-flores que faltavam pra completar seu livro: BEIJA-FLOR de papo branco, da mata virgem, de topete, de colarinho da cordilheira, grande, Brasil. " Voz, Violão e Vocal: Paulo TatitFlauta: Hélio ZiskindPercussão: Pedro MourãoBateria: Gal Oppido - Perdoem algum furo, pois há muitas coisas que estou conhecendo agora! posted by Ruth Iara at 12:26 PM Comment (0) | Trackback (0)

14 September 2007 02:45

14 September 2007 02:15

14 September 2007 01:45

02 September 2007 22:15

Cuitelinho

(via)
Cuitelinho (Folclore recolhido por Paulo Vanzolini e Antônio Xandó) Cheguei na beira do porto Onde as onda se espaia As garça dá meia volta E senta na beira da praia E o cuitelinho não gosta Que o botão de rosa caia, ai, ai Ai quando eu vim da minha terra Despedi da parentáia Eu entrei no Mato Grosso Dei em terras paraguaia Lá tinha revolução Enfrentei fortes batáia, ai, ai A tua saudade corta Como aço de naváia O coração fica aflito Bate uma, a outra faia E os óio se enche d'água Que até a vista se atrapáia, ai...

29 August 2007 07:00

Alice Ruiz - Contato

Para escrever para Alice Ruiz, CLIQUE AQUI Para contratar shows ou oficinas literárias, CLIQUE AQUI

29 August 2007 06:45

Ná Ozzetti

Eu sei que me disseram por aí E foi pessoa séria quem falou Você tava com saudade de me ver passar por aí Eu sei que você disse por aí Que não tava muito bem seu novo amor Você tava mais querendo era me ver passar por aí Pois é, esse samba é pra você, ô, meu amor Esse samba é pra você Que me fez sorrir, que me fez chorar Que me fez sonhar, que me fez feliz Que me fez amar Violão e Piano: Dante Ozzetti Baixo: Chantily Bateria: Duda Neves Bongô e Vaso: Edimilson A. Forni Coro: Ná Ozzetti Trumpete, Flugelhorn: Cláudio Farias e Junior Galante Sax Barítono, Sax Tenor, Sax Soprano, Flauta: Lino Simão Sax Tenor, Sax Soprano: Otavio Bangla Trombone: Itacyr Bocato Jr. Arranjo: Dante Ozzetti Arranjo Vocal: Ná Ozzetti NÁ OZZETTI Músicas: 1 SUA ESTUPIDEZ 2 NÓS 3 AH! 4 NO RANCHO FUNDO 5 DIO COME TI AMO 6 SÓCRATES BRASILEIRO 7 A OLHOS NUS 8 LIBRA 9 CARDÁPIO BARRA PESADA 10 ORFEU 11 DIVA

29 August 2007 06:30

29 August 2007 06:15

Ná Ozzetti

| Release | Discografia | Cifras |Página Oficial | E-mail | Home |

29 August 2007 05:45

Alice Ruiz - Site Oficial

| Release | Discografia | Inéditas|Bibliografia | Fotos | Agenda | Contato | Links | Home | © 2003-2007. Alice Ruiz. Todos os direitos reservados

28 August 2007 22:15

Portal SESCSP

música / shows AUDITÓRIO MPB Projeto que traz de volta o espírito dos programas de auditório ao combinar show, entrevista e intervenção da platéia, promovendo assim uma aproximação maior entre o artista e o público. Ná Ozzetti Cantora e compositora, Ná apresenta seu CD show, no qual interpreta sambas canções das décadas de 40 e 50 de compositores consagrados como Dorival Caymmi, Herivelto Martins, Maysa, Ari Barroso, entre outros. Em 2004 participou do projeto “Piano e Voz” a convite do pianista, compositor e arranjador André Mehmari, que resultou na gravação e lançamento do recente CD “Piano e Voz”. Teatro. R$ 24,00; R$ 12,00 (usuário matriculado). R$ 9,00 (trabalhador no comércio e serviços matriculado e dependentes). Dia(s) 28/08 Terça, às 21h. SESC Ipiranga

17 July 2007 15:15