public marks

PUBLIC MARKS from tadeufilippini with tag literatura

This year

LibriVox

(via)
Coleção LibriVox de Contos Brasileiros 001 VARIOUS ( - ) Nesta coleção, a diversidade da literatura brasileira está representada em quinze contos, lidos com sotaques que também refletem a variedade da Língua Portuguesa. LibriVox Collection of Brazilian Short Stories The diversity of Brazilian literature is represented through the fifteen short stories in this collection, read by voices that also reflect the diversity of the Portuguese language. Genre(s): Short Stories Language: Portuguese

LibriVox

(via)
Antologia Brasileira, Coletânea em Prosa e Verso de Escritores Nacionais, Volume 1 VARIOUS ( - ) and Eugenio WERNECK ( - ) A Antologia Brasileira de Eugenio Werneck, cuja primeira edição foi publicada em 1900, como parte da comemoração pelo quarto centenário do Brasil, foi um dos livros didáticos para ensino de literatura brasileira mais populares de sua época, tendo atingido a 17a edição em 1935 e a 22a em 1942. Composta de duas partes, a primeira dedicada à prosa e a segunda à poesia, o livro pretendia introduzir à juventude brasileira trechos notáveis das obras dos mais importantes autores brasileiros, dos tempos coloniais ao fim do século XIX, sobre os mais diversos assuntos e sob as mais diversas formas literárias. Cada excerto vem precedido de uma nota biobibliográfica sobre o autor. O audiolivro será dividido em dois volumes correspondentes às duas partes da obra. Esta primeira parte, "Prosa", é subdividida em "Narrações e descrições", "Teatro", "Questões Sociais e Caracteres", "Eloquência Sagrada e Política" e "História e Tradição". (Resumo escrito por Leni) Genre(s): General Fiction, *Non-fiction, Biography & Autobiography Language: Portuguese

LibriVox

(via)
Coleção de Autoras em Português VARIOUS ( - ) Nesta coleção, os voluntários do Librivox reuniram várias obras de autoras que escreveram em Língua Portuguesa. A literatura lusófona, do século XVII ao século XX, vem aqui representada por algumas de suas maiores escritoras. (Sumário por Leni) Genre(s): Poetry Language: Portuguese

Manuel Bandeira – Wikipédia, a enciclopédia livre

(via)
Manuel Carneiro de Sousa Bandeira Filho (Recife, 19 de abril de 1886 — Rio de Janeiro, 13 de outubro de 1968) foi um poeta, crítico literário e de arte, professor de literatura e tradutor brasileiro. Considera-se que Bandeira faça parte da geração de 1922 da literatura moderna brasileira, sendo seu poema Os Sapos o abre-alas da Semana de Arte Moderna de 1922. Juntamente com escritores como João Cabral de Melo Neto, Gilberto Freyre, Clarice Lispector e Joaquim Cardoso, entre outros, representa o melhor da produção literária do estado de Pernambuco.

As Viagens de Gulliver – Wikipédia, a enciclopédia livre

(via)
As Viagens de Gulliver Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa Question book-4.svg Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde outubro de 2016). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido. —Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico) Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja As Viagens de Gulliver (desambiguação). Gulliver's Travels Travels ento Sevepal Remote Nations of the World. In Four Parts. By Lemuel Gulliver, First a Surgeon, and then a Captain of Several Ships Primeira edição de Viagens de Gulliver Autor(es) Jonathan Swift Idioma Inglês Gênero Sátira, Fantasia Editora Benjamin Motte Lançamento 1726 Gulliver's Travels (1726, alterado em 1735), oficialmente Travels into Several Remote Nations of the World. In Four Parts. By Lemuel Gulliver, First a Surgeon, and then a Captain of Several Ships e traduzido para o português como As Viagens de Gulliver, é um romance satírico do escritor irlandês Jonathan Swift. É o trabalho mais conhecido de Swift, e também um clássico da literatura inglesa.

[итальянский] Giovanni Boccaccio / Джованни Боккаччо - Decameron / Декамерон [1965, PDF/DjVu, ITA] :: RuTracker.org

Decameron / Декамерон pic Год: 1965 Автор: Giovanni Boccaccio / Джованни Боккаччо Жанр: сборник новелл итальянского Возрождения Редактор, автор вступительной статьи и примечаний: Vittore Branca Издательство: Firenze: Felice Le Monnier Язык: Итальянский Формат: PDF/DjVu Качество: Отсканированные страницы + слой распознанного текста Интерактивное оглавление: Да Кол-во страниц: LXII + 1339 Описание: Академическое издание «Декамерона» Джованни Боккаччо (16 июня 1313 - 21 декабря 1375) в оригинале с постраничным словариком и примечаниями видного итальянского литературоведа Витторе Бранка. Именно этот текст под редакцией Бранка и его комментарии послужили большим подспорьем для перевода «Декамерона» на русский язык, сделанным Николаем Любимовым и вышедшим в серии "Библиотека всемирной литературы" в 1970 году.

War and Peace by Leo Tolstoy (Audio Drama) - Book5s.com : : Free download English E-Books

War and Peace is a novel by Leo Tolstoy, published in 1869, after portions of a previous version were serialized from 1865–1867 in The Russian Messenger. It chronicles the epic story of the French invasion of Russia, of the events leading up to it and the reactions of five major aristocratic families within Russian society during the Napoleonic Era. War and Peace, along with Anna Karenina, is considered by many one of Tolstoy’s two major masterpieces, as well as one of the world’s greatest novels. Cast: Leo Mckern Simon Russell Beale Gerard Murphy Richard Johnson Sean Baker Nicola Pagett Time: 9:27:35; Audio: MPEG Audio Layer 3 44100Hz stereo 128Kbps

Super Feirão de Livros

Super Feirão de Livros Aqui você vai encontrar centenas de livros a preços incríveis! Selecionamos os melhores livros de idiomas, técnicos, literatura e muito mais a partir de R$2,00. O Feirão será de 20 a 30 de junho, mas você poderá aproveitar as ofertas com até 2 dias de antecedência, preenchendo o formulário desta página garantindo assim sua entrada exclusiva. Você poderá visitar o Feirão nos dias 18 e 19 de Junho das 10h às 17h. Local: Avenida Marginal Direita do Tietê, 800 Vila Jaguara - São Paulo | SP Em caso de dúvidas, entre em contato: (11) 3226-3111 Estacionamento gratuito no local Aproveite esta oportunidade! Cadastre-se para receber sua entrada exclusiva no Super Feirão de Livros. Você receberá uma credencial para visitar o evento 2 dias antes de seu início, podendo assim adquirir as melhores ofertas disponíveis! E-mail Nome Sobrenome Telefone A Disal sabe que a segurança é motivo de preocupação e agradece a confiança em nós depositada. Manteremos sua privacidade em todo o processo de navegação. A Disal se compromete a não vender, alugar ou repassar suas informações para terceiros. Exceto quando essas informações forem exigidas judicialmente. Embora trabalhemos com boas práticas de proteção e segurança, nenhum serviço web possui 100% de garantia contra invasões e não podemos nos responsabilizar caso isso ocorra. Qualquer dúvida em relação à nossa política de privacidade pode ser esclarecida pelo e-mail: sac@disal.com.br

Thiago de Mello – Wikipédia, a enciclopédia livre

(via)
Thiago de Mello Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa Question book.svg Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido. —Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico) Thiago de Mello Thiago de Mello na pré-convenção do PV que homologou a candidatura de Marina Silva à Presidência da República do Brasil em 2010. Nome completo Amadeu Thiago de Mello Nascimento 30 de março de 1926 (92 anos) Barreirinha, AM Nacionalidade brasileira Ocupação poeta, tradutor Prémios Prémio da Associação Paulista dos Críticos de Arte (1975) Magnum opus Faz Escuro, mas Eu Canto (1966) Presente de um poeta, de Pablo Neruda, é um dos trabalhos traduzidos por Thiago de Mello. Amadeu Thiago de Mello (Barreirinha, 30 de março de 1926) é um poeta e tradutor brasileiro. É um dos poetas mais influentes e respeitados no país, reconhecido como um ícone da literatura regional. Tem obras traduzidas para mais de trinta idiomas. Preso durante a ditadura (1964-1985), exilou-se no Chile, encontrando em Pablo Neruda um amigo e colaborador. Um traduziu a obra do outro e Neruda escreveu ensaios sobre o amigo.

Editora Moderna - Página inicial

SobreVer tudo Highlights info row image 0800 17 2002 Highlights info row image Normalmente responde em um dia Enviar mensagem Highlights info row image www.moderna.com.br Highlights info row image Publisher · Livros e revistas · Educação Highlights info row image Horário: 08:00 às 18:00 Aberto agora Horários populares

Harold Pinter – Wikipédia, a enciclopédia livre

Harold Pinter Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Harold Pinter Medalha Nobel Nascimento 10 de outubro de 1930 Hackney, Londres Morte 24 de dezembro de 2008 (78 anos) Londres Nacionalidade britânico Ocupação Dramaturgo, romancista, poeta, ativista político Influências Lista [Expandir] Prêmios Nobel prize medal.svg Nobel de Literatura (2005) Prémio Franz Kafka 2005 Gênero literário Modernista, teatro do absurdo, pós-Modernismo Magnum opus Teatro Página oficial HaroldPinter.Org Procurar imagens disponíveis Harold Pinter CH, CBE (Hackney, Londres, 10 de outubro de 1930 — Londres, 24 de dezembro de 2008) foi um ator, diretor, poeta, roteirista, e certamente um dos grandes dramaturgos do século XX, além de destacado e incômodo ativista político britânico. Foi um dos grandes representantes do teatro do absurdo junto com Samuel Beckett e Eugène Ionesco. Recebeu o Nobel de Literatura de 2005 e o prêmio Companion of Honour da Rainha da Inglaterra pelos serviços prestados à literatura.

Dalton Trevisan – Wikipédia, a enciclopédia livre

(via)
Dalton Trevisan Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Dalton Trevisan Gold Medal.svg Nome completo Dalton Jérson Trevisan Nascimento 14 de junho de 1925 (92 anos) Curitiba Nacionalidade brasileiro Ocupação Escritor Prêmios Prémio Jabuti de Literatura (1960, 1965, 1995 e 2011) Prémio da Associação Paulista dos Críticos de Arte (1976) Prêmio Portugal Telecom de Literatura (2003) Prêmio Literário da Fundação Biblioteca Nacional (2008, 2015) Prêmio Camões (2012) Prêmio Machado de Assis (2012) Prêmio do Negrinho (2013) Magnum opus Novelas nada Exemplares Procurar imagens disponíveis Dalton Jérson Trevisan (Curitiba, 14 de junho de 1925) é um escritor brasileiro, famoso por seus livros de contos, especialmente O Vampiro de Curitiba (1965), e por sua natureza reservada.[1] Índice

Rubem Fonseca – Wikipédia, a enciclopédia livre

(via)
José Rubem Fonseca (Juiz de Fora, 11 de maio de 1925) é um contista, romancista, ensaísta e roteirista brasileiro. Ele precisou publicar dois ou três livros para ser consagrado como um dos mais originais prosadores brasileiros contemporâneos. Com suas narrativas velozes e sofisticadamente cosmopolitas, cheias de violência, erotismo, irreverência e construídas em estilo contido, elíptico, cinematográfico, reinventou entre nós uma literatura noir', ao mesmo tempo clássica e pop, brutalista e sutil. É formado em Direito, tendo exercido várias atividades antes de dedicar-se inteiramente à literatura. Em 2003, venceu o Prémio Camões,[1] o mais prestigiado galardão literário para a língua portuguesa.

Lygia Fagundes Telles - O moço do saxofone

(via)
O moço do saxofone Lygia Fagundes Telles Eu era chofer de caminhão e ganhava uma nota alta com um cara que fazia contrabando. Até hoje não entendo direito por que fui parar na pensão da tal madame, uma polaca que quando moça fazia a vida e depois que ficou velha inventou de abrir aquele frege-mosca. Foi o que me contou o James, um tipo que engolia giletes e que foi o meu companheiro de mesa nos dias em que trancei por lá. Tinha os pensionistas e tinha os volantes, uma corja que entrava e saía palitando os dentes, coisa que nunca suportei na minha frente. Teve até uma vez uma dona que mandei andar só porque no nosso primeiro encontro, depois de comer um sanduíche, enfiou um palitão entre os dentes e ficou de boca arreganhada de tal jeito que eu podia ver até o que o palito ia cavucando. Bom, mas eu dizia que no tal frege-mosca eu era volante. A comida, uma bela porcaria e como se não bastasse ter que engolir aquelas lavagens, tinha ainda os malditos anões se enroscando nas pernas da gente. E tinha a música do saxofone.

Pescando Letras: ANÁLISE DO CONTO ”O MOÇO DO SAXOFONE”

(via)
ANÁLISE DO CONTO ”O MOÇO DO SAXOFONE” O conto “O moço do saxofone”, da escritora brasileira Lygia Fagundes Telles, foi escrito por volta da década de 60. No mesmo ano da escritura do conto, logo ele foi publicado no Rio de Janeiro, fazendo parte da obra Antes do Baile Verde , lançada em 1970. Lygia escreveu o seu conto numa noite do ano de 1966, quando estava num quarto de hotel em Águas de São Pedro (SP), onde se hospedava com o segundo marido, Paulo Emílio. A escritora nomeou o conto como “O moço do saxofone”, que conta a história simples de um caminhoneiro que se hospeda numa pensão. Mas o conto não demoraria tanto a ficar conhecido do público. No mesmo ano em que foi escrito, no dia 18 de junho foi publicado com destaque no Suplemento Literário que circulou de 1956 a 1974, e se tornou referência entre os cadernos do gênero no País ; Mais tarde o texto veio a ser publicado na década de 70. Nascida em 19 de abril de 1923, Lygia Fagundes Telles é imortal da Academia Brasileira de Letras desde 1985. Embora tenha começado a escrever e a publicar ficção muito cedo, quando ainda cursava Direito na USP, ela prefere considerar Ciranda de Pedra , de 1954, seu primeiro romance, o ponto de partida de sua obra adulta.

2010

Casa das Rosas

(via)
Bem-vindo ao site da Casa das Rosas A Casa das Rosas - Espaço Haroldo de Campos de Poesia e Literatura - é um local de celebração da poesia, da literatura e da arte em geral. Localizada no coração de São Paulo, a Casa serve de cenário para a efervescência da vida cultural, sendo um espaço onde a arte literalmente acontece. Leia mais

Confined Love by John Donne

Confined Love Some man unworthy to be possessor Of old or new love, himself being false or weak, Thought his pain and shame would be lesser If on womankind he might his anger wreak, And thence a law did grow, One might but one man know; But are other creatures so? Are Sun, Moon, or Stars by law forbidden To smile where they list, or lend away their light? Are birds divorced, or are they chidden If they leave their mate, or lie abroad a-night? Beasts do no jointures lose Though they new lovers choose, But we are made worse than those. Who e'er rigged fair ship to lie in harbours And not to seek new lands, or not to deal withal? Or built fair houses, set trees, and arbors, Only to lock up, or else to let them fall? Good is not good unless A thousand it possess, But dost waste with greediness. John Donne

O Livreiro (olivreiro) on Twitter

* Name O Livreiro * Location Brasil * Web http://www.olivre... * Bio A rede social para quem gosta de ler. 2,686 Following 5,145 Followers 350 Listed olivreiro

A Broken Appointment by Thomas Hardy

You did not come, And marching Time drew on, and wore me numb. Yet less for loss of your dear presence there Than that I thus found lacking in your make That high compassion which can overbear Reluctance for pure lovingkindness' sake Grieved I, when, as the hope-hour stroked its sum, You did not come. You love not me, And love alone can lend you loyalty; -I know and knew it. But, unto the store Of human deeds divine in all but name, Was it not worth a little hour or more To add yet this: Once you, a woman, came To soothe a time-torn man; even though it be You love not me. A Broken Appointment Thomas Hardy (1840-1928 / Dorchester / England)

Poet: Thomas Hardy - All poems of Thomas Hardy

Thomas Hardy (1840-1928 / Dorchester / England) Biography Poems Quotations Comments More Info Stats

tadeufilippini's TAGS related to tag literatura

alice +   alice ruiz +   arte +   assis machado +   audio +   audiobooks +   barbara +   barbara lia +   barbaralia +   blake +   books +   borges +   borges jorge +   brasil +   campos +   casa +   casa rosas +   cinema +   contos +   corredor literario +   cronopios +   cronopios literatura +   cronopios poesia +   cultura +   dominio +   dominio publico +   dominiopublico +   dominiopublico.gov.br +   editora +   fabiana +   fabiana ratti +   fabianaratti +   holanda +   hollanda +   imported +   jorge borges +   jorge luis borges +   Juliana +   juliana holanda +   juliana hollanda +   letras +   Lia +   lia barbara +   librivox +   librivox brasil +   librivox portugues +   LibriVox.org +   literario +   literatura cronopios +   literatura meiapalavra +   literatura releituras +   literature +   livros +   machado +   meiapalavra +   meiapalavra literatura +   meiapalavra poesia +   meiapalavra.com.br +   mpb +   mpbnet +   music +   musica +   palabra virtual +   palabravirtual +   poemas +   poemhunter +   poemhunter.com +   poems +   poesia +   poesia concreta +   poesia cronopios +   poesia meiapalavra +   poesia palabravirtual +   poesia poemhunter +   poesia sachet +   poesiaconcreta +   poesy +   poetas +   poetry +   poets +   portugues +   priscila andrade +   publico +   publico dominio +   ratti +   ratti fabiana +   releituras literatura +   releituras.com +   rosas +   ruiz +   sachet +   sachet poesia +   sarau +   tadeufilippini +   tadeufilippini tripod +   teatro +   tripod tadeufilippini +   wikipedia +   William +   william blake +