public marks

PUBLIC MARKS from tadeufilippini with tag Santos

This year

Glorioso São José : Santíssimo Pai de Jesus e Esposo de Maria

SÚPLICA A SÃO JOSÉ (SÃO FRANCISCO DE SALES) SÚPLICA A SÃO JOSÉ - São Francisco de Sales Glorioso São José, esposo de Maria, concedei-nos vossa proteção paterna, nós vos suplicamos pelo Coração de Jesus Cristo.Vós, cujo poder se estende a todas as necessidades, sabendo tornar possíveis as coisas impossíveis, volvei vossos olhos de pai sobre os interesses de vossos filhos.Nas dificuldades e tristezas que nos afligem, recorremos a vós, com toda confiança.Dignai-vos tomar sob vosso poderoso amparo, este negócio importante e difícil, causa de nossas preocupações. Fazei que o seu êxito sirva para a glória de Deus e bem de seus dedicados servos. Assim seja.

Calendário Da Liturgia Católica 2018

(via)
Calendário Da Liturgia Católica 2018 2017-2018 é o ano litúrgico B. Os dias de festas de santos celebrados em um país não são, necessariamente, comemorado em todos os lugares. Por exemplo, uma diocese ou de um país pode comemorar o dia da festa de um santo de especial importância não (por exemplo, St. Patrick na Irlanda, Nossa Senhora de Guadalupe, no México, St. Elizabeth Ann Seton nos Estados Unidos). Da mesma forma, um instituto religioso em particular pode comemorar o seu fundador ou membros do instituto, mesmo que esse santo não está listado no calendário universal ou está incluído no-lo apenas com uma classificação mais baixa. A informação abaixo está de acordo com o Calendário Romano Geral e contém apenas as celebrações que se destinam a ser observado no rito romano em todos os países do mundo.

Ano Litúrgico B - 2018 - Formato pequeno 9x16,5cm (vermelho) - Paulinas

Ano Litúrgico B - 2018 - Formato pequeno 9x16,5cm (vermelho) Código: 152803 Avaliação dos clientes: 1 2 3 4 5 R$ 0,70 Comprar Sinopse AddThis Sharing Buttons Share to TwitterShare to FacebookShare to Google+Share to E-mailShare to Mais... Ideal para quem precisa ou deseja acompanhar o calendário litúrgico e suas leituras bíblicas diárias. Seu conteúdo foi elaborado sob supervisão eclesial e constitui um ótimo auxiliar para agentes de pastoral, ministros e toda comunidade.

Amabile Lucia Visintainer – Wikipédia, a enciclopédia livre

(via)
Amabile Lucia Visintainer Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus Fundadora das “Filhas da Imaculada Conceição” Nascimento 16 de dezembro de 1865 em Vigolo Vattaro, Flag of the Habsburg Monarchy.svg Império Austríaco (desde 1918 Itália) Morte 9 de julho de 1942 (76 anos) em São Paulo, Brasil Veneração por Igreja Católica Beatificação 18 de outubro de 1991, Florianópolis, Brasil por papa João Paulo II Canonização 19 de maio de 2002, Vaticano por papa João Paulo II Principal templo Santuário Santa Paulina, em Nova Trento, Brasil Festa litúrgica 9 de julho Gloriole.svg Portal dos Santos Santuário de Santa Paulina, localizado em Nova Trento (Santa Catarina), vista da rampa de acesso ao santuário Amabile Lucia Visintainer (Vigolo Vattaro, 16 de dezembro de 1865 — São Paulo, 9 de julho de 1942) foi uma religiosa tirolesa canonizada em 19 de maio de 2002 pelo Papa João Paulo II, recebendo o título de Santa Paulina. Biografia

Nossa Sagrada Família - Loja de artigos religiosos católicos

Blog da Família História dos Santos Santo do Dia Orações Significados e Simbolos Contato Facebook Youtube Twitter Instagram Nossa Sagrada Família Tele Atendimento 0800-111-3535 seg/sex das 10:00 às 18:00 sábados das 10:00 às 16:00 Minha Conta [sair] Meus Pedidos Carrinho 00 Itens

Index of /propriodossantos

Index of /propriodossantos Parent Directory Horas/ NSAparecida.html NSCarmo.html NSDores.html NSGuadalupe.html NSRainha.html NSRosario.html SaoJose.htm SaoJose_nona.htm SaoJose_sexta.htm SaoJose_terca.htm SaoJose_vesperas.htm abril.html agosto.html andredunglac.html andrekimepaulochong.html anjosdaguarda.html anunciacao.html apresentacao.html apresentacaoNS.html arcanjos.html assuncao.html basilioegregorio.html carlosborromeu.html catedra.html ciriloemetodio.html conversao.html cornelioecipriano.html dezembro.html exaltacao.html fevereiro.html filipeetiago.html finados.html franciscodesales.html franciscoxavier.html icvm.html imaculadaconceicao.html inaciodeantioquia.html inaciodeazevedo.html isabeldahungria.html janeiro.html joaoevangelista.html josedeanchieta.html julho.html junho.html latrao.html leaomagno.html maio.html marco.html mart_saojoao.html natividade.html novembro.html outubro.html pedroepaulo.html pedroepaulo_Ivesperas.htm roquegonzalez.html sagradafamilia.html santaagueda.html santacatarina.html santacecilia.html santaclara.html santaescolastica.html santaines.html santaluzia.html santamarta.html santamonica.html santarosa.html santateresa.html santateresa_vesperas.htm santateresinha.html santoafonso.html santoagostinho.html santoambrosio.html santoandre.html santoantao.html santoantonio.html santoatanasio.html santoestevao.html santoinacio.html santoirineu.html santosinocentes.html santotomas.html saobarnabe.html saobartolomeu.html saobento.html saobernardo.html saoboaventura.html saobonifacio.html saocarloslwanga.html saodomingos.html saofilipeneri.html saofrancisco.html saogregorio.html saojeronimo.html saojmvianney.html saojoao.html saojoaobosco.html saojoaocrisostomo.html saojoaodacruz.html saojoaquimesantana.html saojosafa.html saojose.html saojoseoperario.html saojustino.html saolourenco.html saolucas.html saoluisgonzaga.html saomarcos.html saomartinho.html saomateus.html saomatias.html saomaximiliano.html saopaulomiki.html saopiox.html saotiago.html saotome.html saovicente.html setembro.html simaoejudas.html stamariamadalena.html timoteoetito.html todosossantos.html transfiguracao.html visitacao.html Apache Server at liturgiadashoras.org Port 80

Santos do dia da Igreja Católica – 22 de Março |

(via)
Santos do dia da Igreja Católica – 22 de Março Postado em: 21/03/2018 por: marsalima Santa Léia Santa Léia Pouco se conhece sobre a vida de Léia, uma rica romana que quando ficou viúva, ainda jovem, recusou um novo casamento, como era o costume da época, para se juntar à Marcela, abadessa de uma comunidade, criada em sua própria residência em Aventino, Roma. O local, depois se tornou um dos mosteiros fundados e dirigidos por Jerônimo, que se tornou santo, doutor da Igreja e bispo de Hipona, na África do Norte, e que viveu também nesse período, na cidade eterna. Léia recusara ninguém menos que Vécio Agorio Pretestato, cônsul romano designado prefeito da Urbe, que lhe proporcionaria uma vida ainda mais luxuosa, pelo prestigio e privilégios que envolviam aquele cargo. Teria uma vila inteira como moradia e incontáveis criados para atendê-la. Entretanto, Léia preferiu viver numa cela pequena, fria e escura, com simplicidade e dedicada à oração, à caridade e à penitência. A jovem abandonou os finos vestidos para usar uma roupa tosca de saco rude e fazia questão de realizar as tarefas mais humildes, assumindo uma atitude de escrava para as outras religiosas. Passava noites inteiras em oração e quando fazia obras beneméritas, o fazia escondido, para não chamar a atenção de ninguém e não receber nenhuma recompensa ou reconhecimento pelos seus atos. Por isso, Léia foi eleita Madre superiora, trabalho que exerceu durante o resto de seus dias com alegria, tranqüilidade e a mesma humildade. Esses poucos dados sobre Léia estão contidos numa carta escrita pelo bispo Jerônimo, quando soube da sua morte, em 384. Curiosamente, ela morreu em Roma, no mesmo ano em que faleceu Vécio, o consul, rejeitado por ela . Na ocasião dessas mortes, Jerônimo já havia se retirado de Roma para viver solitariamente perto de Belém, depois de ter sido caluniado. Retirou-se para um mosteiro e continuou dirigindo o que havia fundado, na residência romana. Na carta, que ele enviou à essas religiosas, fez um paralelo entre as duas mortes, mostrando que antes o riquíssimo cônsul usava as mais finas vestes púrpuras e agora estava envolto em escuridão, enquanto, Léia, antes vestida de rude roupa de saco, agora vivia na luz e na glória, por ter percorrido o caminho da santidade. Logo foi venerada pelo povo que trazia Santa Léia, no coração e na memória. Até porque era difícil compreender, mesmo depois de passado tanto tempo, a troca que fizera do posto de primeira dama romana pela de abnegação de monja. Contudo, foi assim que Santa Léia escolheu viver, na entrega total ao Senhor ela encontrou a maneira de alcançar seu lugar ao lado de Deus na eternidade.

Liturgia das Horas :::†Ofício Divino:::

JULHO 3 SÃO TOMÉ, APÓSTOLO Laudes - Terça - Sexta - Nona - Vésperas - Ofício das Leituras 9 Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus, virgem Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 11 São Bento, abade Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 15 São Boaventura, bispo e doutor da Igreja Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 16 NOSSA SENHORA DO CARMO Laudes - Terça - Sexta - Nona - Vésperas - Ofício das Leituras 17 Bem aventurado Inácio de Azevedo, presbítero, e seus companheiros, mártires Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 22 Santa Maria Madalena Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 25 SÃO TIAGO, APÓSTOLO Laudes - Terça - Sexta - Nona - Vésperas - Ofício das Leituras 26 São Joaquim e Sant´Ana, pais de Nossa Senhora Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 29 Santa Marta Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 31 Santo Inácio de Loiola, prebítero Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras

Liturgia das Horas :::†Ofício Divino:::

SETEMBRO 3 São Gregório Magno, papa e doutor da Igreja Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 8 NATIVIDADE DE NOSSA SENHORA Laudes - Terça - Sexta - Nona - Vésperas - Ofício das Leituras 13 São João Crisóstomo, bispo e doutor da Igreja Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 14 EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ Laudes - Terça - Sexta - Nona - Vésperas - Ofício das Leituras 15 Nossa Senhora das Dores Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 16 São Cornélio, papa, e São Cipriano, bispo, mártires Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 20 Sto. André Kim Taegón, presb. e Paulo Chóng Hasang, e seus companheiros, mártires Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 21 SÃO MATEUS, APÓSTOLO E EVANGELISTA Laudes - Terça - Sexta - Nona - Vésperas - Ofício das Leituras 23 São Pio de Pietrelcina, presbítero Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 27 São Vicente de Paulo, presbítero Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 29 SÃO MIGUEL, SÃO GABRIEL E SÃO RAFAEL, ARCANJOS Laudes - Terça - Sexta - Nona - Vésperas - Ofício das Leituras 30 São Jerônimo, presbítero e doutor da Igreja Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras

São Francisco de Assis

Rm 8,28-30 Sabemos que tudo contribui para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados para a salvação, de acordo com o projeto de Deus. Pois aqueles que Deus contemplou com seu amor desde sempre, a esses ele predestinou a serem conformes à imagem de seu Filho, para que este seja o primogênito numa multidão de irmãos. E aqueles que Deus predestinou, também os chamou. E aos que chamou, também os tornou justos; e aos que tornou justos, também os glorificou. Responsório breve R. É justo o nosso Deus, * Ele ama a justiça. R. É justo. V. Quem tem reto coração há de ver a sua face. * Ele ama. Glória ao Pai. R. É justo. CÂNTICO EVANGÉLICO (MAGNIFICAT) Lc1,46-55 Versão em latim - clique aqui Ant. Bem longe de mim gloriar-me senão na Cruz do Senhor Jesus Cristo, pois trago em meu corpo suas chagas. A alegria da alma no Senhor ouvir: –46 A minha alma engrandece ao Senhor * 47 e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador; –48 pois ele viu a pequenez de sua serva, * desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. –49 O Poderoso fez por mim maravilhas * e Santo é o seu nome! –50 Seu amor, de geração em geração, * chega a todos que o respeitam; –51 demonstrou o poder de seu braço, * dispersou os orgulhosos; –52 derrubou os poderosos de seus tronos * e os humildes exaltou; –53 De bens saciou os famintos, * e despediu, sem nada, os ricos. –54 Acolheu Israel, seu servidor, * fiel ao seu amor, –55 como havia prometido aos nossos pais, * em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre. – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Ant. Bem longe de mim gloriar-me senão na Cruz do Senhor Jesus Cristo, pois trago em meu corpo suas chagas. Preces Peçamos a Deus Pai, fonte de toda a santidade, que pela intercessão e exemplo dos santos nos conduza a uma vida mais perfeita; e digamos: R. Fazei-nos santos, porque vós sois santo! Pai santo, que nos destes a graça de nos chamarmos e sermos realmente vossos filhos, – fazei que a santa Igreja proclame as vossas maravilhas por toda a terra. R. Pai santo, inspirai os vossos servos a viver dignamente, segundo a vossa vontade, – e ajudai-nos a dar abundantes frutos de boas obras. R. Pai santo, que nos reconciliastes convosco por meio de Cristo, – conservai-nos na unidade por amor de vosso nome.R. Pai santo, que nos convidastes para tomar parte no banquete celeste, – pela comunhão do pão descido do céu, dai-nos alcançar a perfeição da caridade. R. (intenções livres) Pai santo, perdoai as faltas de todos os pecadores, – e acolhei na luz da vossa face todos os que morreram. R. Pai nosso... ouvir: Versão em latim - clique aqui Oração Ó Deus, que fizestes São Francisco de Assis assemelhar-se ao Cristo por uma vida de humildade e pobreza, concedei que, trilhando o mesmo caminho, sigamos fielmente o vosso Filho, unindo-nos convosco na perfeita alegria. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Conclusão da Hora O Senhor nos abençoe, nos livre de todo o mal e nos conduza à vida eterna. Amém.

São Francisco de Assis

Leitura breve Rm 12,1-2 Pela misericórdia de Deus, eu vos exorto, irmãos, a vos oferecerdes em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus: Este é o vosso culto espiritual. Não vos conformeis com o mundo, mas transformai-vos, renovando vossa maneira de pensar e de julgar, para que possais distinguir o que é da vontade de Deus, isto é, o que é bom, o que lhe agrada, o que é perfeito. Responsório breve R. Ele tem o coração * Na lei do seu Senhor. R. Ele tem. V. Os seus passos não vacilam.* Na lei. Glória ao Pai. R. Ele tem. CÂNTICO EVANGÉLICO (BENEDICTUS) Lc 1,68-79 Versão em latim - clique aqui Ant. Francisco, o pobre e humilde, entra rico no Reino dos céus, aclamado com hinos celestes. O Messias e seu Precursor –68 Bendito seja o Senhor Deus de Israel, * porque a seu povo visitou e libertou; –69 e fez surgir um poderoso Salvador * na casa de Davi, seu servidor, –70 como falara pela boca de seus santos, * os profetas desde os tempos mais antigos, –71 para salvar-nos do poder dos inimigos * e da mão de todos quantos nos odeiam. –72 Assim mostrou misericórdia a nossos pais, * recordando a sua santa Aliança –73 e o juramento a Abraão, o nosso pai, * de conceder-nos 74 que, libertos do inimigo, = a ele nós sirvamos sem temor † 75 em santidade e em justiça diante dele, * enquanto perdurarem nossos dias. =76 Serás profeta do Altíssimo, ó menino, † pois irás andando à frente do Senhor * para aplainar e preparar os seus caminhos, –77 anunciando ao seu povo a salvação, * que está na remissão de seus pecados; –78 pela bondade e compaixão de nosso Deus, * que sobre nós fará brilhar o Sol nascente, –79 para iluminar a quantos jazem entre as trevas * = e na sombra da morte estão sentados e para dirigir os nossos passos, * guiando-os no caminho da paz. – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Ant. Francisco, o pobre e humilde, entra rico no Reino dos céus, aclamado com hinos celestes. Preces Glorifiquemos, irmãos e irmãs, a Cristo, nosso Deus, pedindo-lhe que nos ensine a servi-lo em santidade e justiça diante dele enquanto perdurarem nossos dias; e aclamemos: R. Senhor, só vós sois santo! Senhor Jesus, que quisestes ser igual a nós em tudo, menos no pecado, – tende piedade de nós. R. Senhor Jesus, que nos chamastes à perfeição da caridade, – santificai-nos sempre mais. R. Senhor Jesus, que nos mandastes ser sal da terra e luz do mundo – iluminai a nossa vida. R. Senhor Jesus, que viestes ao mundo para servir e não para ser servido, – ensinai-nos a vos servir humildemente em nossos irmãos e irmãs. R. Senhor Jesus, esplendor da glória do Pai e perfeita imagem do ser divino, – dai-nos contemplar a vossa face na glória eterna. R. (intenções livres) Pai nosso. ouvir: Versão em latim - clique aqui Oração Ó Deus, que fizestes São Francisco de Assis assemelhar-se ao Cristo por uma vida de humildade e pobreza, concedei que, trilhando o mesmo caminho, sigamos fielmente o vosso Filho, unindo-nos convosco na perfeita alegria. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Conclusão da Hora O Senhor nos abençoe, nos livre de todo o mal e nos conduza à vida eterna. Amém.

São Francisco de Assis

Hora Média V. Vinde, ó Deus em meu auxílio. R. Socorrei-me sem demora. Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. Como era no princípio, agora e sempre. Amém. HINO Vós que sois o Imutável, Deus fiel, Senhor da História, nasce e morre a luz do dia, revelando a vossa glória. Seja a tarde luminosa numa vida permanente. E da santa morte o prêmio nos dê glória eternamente. Escutai-nos, ó Pai Santo, pelo Cristo, nosso irmão, que convosco e o Espírito vive em plena comunhão. Salmodia Ant. Ninguém jamais viu, ó Senhor, o prêmio que vós preparastes para aqueles que esperam em vós. Salmo 125(126) Alegria e esperança em Deus Assim como participais dos nossos sofrimentos, participais também da nossa consolação (2Cor 1,7). –1 Quando o Senhor reconduziu nossos cativos, * parecíamos sonhar; –2 encheu-se de sorriso nossa boca, * nossos lábios, de canções. – Entre os gentios se dizia: 'Maravilhas * fez com eles o Senhor!' –3 Sim, maravilhas fez conosco o Senhor, * exultemos de alegria! –4 Mudai a nossa sorte, ó Senhor, * como torrentes no deserto. –5 Os que lançam as sementes entre lágrimas, * ceifarão com alegria. –6 Chorando de tristeza sairão, * espalhando suas sementes; – cantando de alegria voltarão, * carregando os seus feixes! – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Salmo 126(127) O trabalho sem Deus é inútil Vós sois a construção de Deus (1Cor 3,9). –1 Se o Senhor não construir a nossa casa, * em vão trabalharão seus construtores; – Se o Senhor não vigiar nossa cidade, * em vão vigiarão as sentinelas! –2 É inútil levantar de madrugada, * ou à noite retardar vosso repouso, – para ganhar o pão sofrido do trabalho, * que a seus amados Deus concede enquanto dormem. –3 Os filhos são a bênção do Senhor, * o fruto das entranhas, sua dádiva. –4 Como flechas que um guerreiro tem na mão, * são os filhos de um casal de esposos jovens. –5 Feliz aquele pai que com tais flechas * consegue abastecer a sua aljava! – Não será envergonhado ao enfrentar * seus inimigos junto às portas da cidade. – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * Como era no princípio, agora e sempre. Amém. Salmo 127(128) A paz do Senhor na família De Sião, isto é, da sua Igreja, o Senhor te abençoe (Arnóbio). –1 Feliz és tu se temes o Senhor * † e trilhas seus caminhos! –2 Do trabalho de tuas mãos hás de viver, * serás feliz, tudo irá bem! –3 A tua esposa é uma videira bem fecunda * no coração da tua casa; – os teus filhos são rebentos de oliveira * ao redor de tua mesa. –4 Será assim abençoado todo homem * que teme o Senhor. –5 O Senhor te abençoe de Sião, * cada dia de tua vida; – para que vejas prosperar Jerusalém * 6 e os filhos dos teus filhos. – Glória ao Pai e ao Filho e ao Espírito Santo. * Como era no princípio, agora e sempre. Amém. – Ó Senhor, que venha a paz a Israel, * que venha a paz ao vosso povo! Ant. Ninguém jamais viu, ó Senhor, o prêmio que vós preparastes para aqueles que esperam em vós. Leitura breve Fl 4,8.9b Irmãos, ocupai-vos com tudo o que é verdadeiro, respeitável,justo, puro, amável, honroso, tudo o que é virtude ou de qualquer modo mereça louvor. Assim o Deus da paz estará convosco. V. Exultemos que em vós se refugiam, R. Pois convosco habitarão eternamente! Oração Ó Deus, que fizestes São Francisco de Assis assemelhar-se ao Cristo por uma vida de humildade e pobreza, concedei que, trilhando o mesmo caminho, sigamos fielmente o vosso Filho, unindo-nos convosco na perfeita alegria. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Conclusão da Hora V. Bendigamos ao Senhor. R. Demos graças a Deus.

Liturgia das Horas :::†Ofício Divino:::

OUTUBRO 1 Santa Teresinha do Menino Jesus, virgem e doutora da Igreja Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 2 Santos Anjos da Guarda Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 3 Bem aventurados André de Soveral, Ambrósio Francisco Ferro, presbíteros e seus companheiros, mártires Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 4 São Francisco de Assis Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 7 Nossa Senhora do Rosário Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 12 NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO APARECIDA I Vésperas - Laudes - Terça - Sexta - Nona - Vésperas - Ofício das Leituras 15 Santa Teresa de Jesus, virgem e doutora da Igreja Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 17 Santo Inácio de Antioquia, bispo e mártir Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 18 SÃO LUCAS, EVANGELISTA Laudes - Terça - Sexta - Nona - Vésperas - Ofício das Leituras 25 Santo Antônio de Sant'Ana Galvão, presbítero Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 28 SÃO SIMÃO E SÃO JUDAS, APÓSTOLOS Laudes - Terça - Sexta - Nona - Vésperas - Ofício das Leituras

Liturgia das Horas :::†Ofício Divino:::

JUNHO 1 São Justino, mártir Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 3 Santos Carlos Lwanga, e seus companheiros, mártires Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 5 São Bonifácio, bispo e mártir Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 9 São José de Anchieta, presbítero Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 11 São Barnabé, apóstolo Laudes - Terça - Sexta - Nona - Vésperas - Ofício das Leituras 13 Santo Antônio de Pádua (Lisboa), presbítero e doutor da Igreja Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 21 São Luís Gonzaga, religioso Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 24 NASCIMENTO DE SÃO JOÃO BATISTA I Vesperas - Laudes - Terça - Sexta - Nona - II Vésperas - Ofício das Leituras 28 Santo Irineu, bispo e mártir Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras 29 SÃO PEDRO E SÃO PAULO, APÓSTOLOS I Vesperas - Laudes - Terça - Sexta - Nona - II Vésperas - Ofício das Leituras Sexta-feira depois do 2º Domingo Depois de Pentecostes SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS I Vésperas - Laudes - Terça - Sexta - Nona - II Vésperas - Ofício das Leituras Sábado depois do 2º Domingo Depois de Pentecostes Imaculado Coração da Virgem Maria Laudes - Vésperas - Ofício das Leituras

Liturgia das Horas :::†Ofício Divino:::

(via)
ARQUIVO Próprio do Tempo Advento Natal Quaresma Páscoa Tempo Comum I Tempo Comum II Próprio dos Santos Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Documentos Downloads Música

Liturgia das Horas :::†Ofício Divino:::

MARÇO 4 São Casimiro Laudes - Terça - Sexta - Nona - Vésperas - Ofício das Leituras 7 Santa Perpétua e Santa Felicidade, mártires Laudes - Terça - Sexta - Nona - Vésperas - Ofício das Leituras 19 SÃO JOSÉ, ESPOSO DE NOSSA SENHORA Laudes - Terça - Sexta - Nona - Vésperas - Ofício das Leituras 25 ANUNCIAÇÃO DO SENHOR Laudes - Terça - Sexta - Nona - Vésperas - Ofício das Leituras

2014

2010

AmericanCatholic.org (SaintOfTheDay) on Twitter

(via)
* Name AmericanCatholic.org * Location Cincinnati, OH * Web http://www.americ... * Bio Catholic saints are holy people and human people who lived extraordinary lives. SaintOfTheDay 1,861 Following 3,068 Followers 177 Listed * 455Tweets * Favorites

St. Casilda | Saint of the Day | AmericanCatholic.org

Saint of the Day | By Name | By Date | Patron Saints | FAQ Saint of the Day Catholic saints are holy people and human people who lived extraordinary lives. Each saint the Church honors responded to God's invitation to use his or her unique gifts. God calls each one of us to be a saint. Click here to receive Saint of the Day in your email. Friday, April 09, 2010 St. Casilda (11th century) Size: A A Listen to Audio Some saints’ names are far more familiar to us than others, but even the lives of obscure holy persons teach us something. And so it is with St. Casilda, the daughter of a Muslim leader in Toledo, Spain, in the 10th century. Casilda was herself raised as a Muslim and showed special kindness to Christian prisoners. She became ill as a young woman but was not convinced that any of the local Arab doctors could cure her. So, she made a pilgrimage to the shrine of San Vicenzo in northern Spain. Like so many other people who made their way there—many of them suffering from hemorrhages—Casilda sought the healing waters of the shrine. We’re uncertain what brought her to the shrine, but we do know that she left it relieved of illness. In response, she became a Christian and lived a life of solitude and penance not far from the miraculous spring. It’s said that she lived to be 100 years old. Her death likely occurred around the year 1050. Tensions between Muslims and Christians have often existed throughout history, sometimes resulting in bloody conflict. Through her quiet, simple life Casilda served her Creator—first in one faith, then another. Saint of the Day Lives, Lessons and Feast By Leonard Foley, O.F.M.; revised by Pat McCloskey, O.F.M. Listen to "Saint of the Day": Help • Windows Audio • RealAudio [Download as MP3] Subscribe to "Saint of the Day": [Get Saint of the Day in your email] [Subscribe to our RSS feed] [Follow us on Twitter] [Subscribe to our podcast]

2008

filippini: blogs, artigos, filmes, pessoas e sites no BlogBlogs

(via)
Santa Lúcia Filippini Quiosque Azul por happyblue • às 05:10 de 30/Jul 26 de março (1672-1732) Lúcia nasceu no dia 13 de janeiro de 1672, em Corneto Tarquínia, proximidades de Roma, numa família honrada e abastada. Quando ainda tinha um ano de idade, Lúcia perdeu a mãe e alguns anos mais tarde, o pai. Ela foi entregue, para ser formada e educada, às Irmãs beneditina...

Santa Lúcia Filippini - cancaonova.com - Santo do Dia!

(via)
Neste dia, alegremente comemoramos a luta e vitória de Lúcia Filippini, que fez de tudo para ser santa e instrumento de santidade para muitos, inclusive aos jovens. Nasceu em Tarquínia, perto de Roma, no ano de 1672. De pai comerciante, acabou muito cedo órfã de mãe. Lúcia recebeu ótima educação com as irmãs Beneditinas e começou a se despontar com o seu talento de catequista, já que conseguia transmitir a beleza dos santos mistérios da nossa Fé Católica, principalmente às crianças. A experiência com a catequese das crianças era mais do que uma desenvolvida virtude; era um despontar de um carisma que marcou profundamente a história de desta santa. O Cardeal Barbarigo, que tinha a inspiração de fundar escolas católicas em toda a diocese, enviou Lúcia para formação intelectual e religiosa com as irmãs Clarissas e, por fim deu-lhe a missão de realizar este projeto formativo em todo a região. Santa Lúcia aceitou o desafio e a cruz por amor ao Senhor e pela formação de catequistas e professoras. Por 40 anos dedicou-se a este apostolado que não a livrou de calúnias e males morais, mas soube enfrentar na força da oração e apoio de providentes irmãos todo desafio, até pegar uma doença que a levou, com 60 anos, para a Casa do Pai. Santa Lúcia Filippini, rogai por nós!

Santa Edwiges

OBRA SOCIAL SANTA EDWIGES Rua Marques de Maricá, 288 - Tel/Fax 274.4774 A OSSE, ligada ao Santuário Santa Edwiges, é presença de vida e ação concreta na sociedade. Ela existe pelas contribuição dos devotos e parcerias diversas, com entidades, prefeitura e diversos colaboradores, inclusive do exterior. Colabore você também e participe desta história!