public marks

PUBLIC MARKS with tag arte

This year

Manuel Bandeira – Wikipédia, a enciclopédia livre

by tadeufilippini (via)
Manuel Carneiro de Sousa Bandeira Filho (Recife, 19 de abril de 1886 — Rio de Janeiro, 13 de outubro de 1968) foi um poeta, crítico literário e de arte, professor de literatura e tradutor brasileiro. Considera-se que Bandeira faça parte da geração de 1922 da literatura moderna brasileira, sendo seu poema Os Sapos o abre-alas da Semana de Arte Moderna de 1922. Juntamente com escritores como João Cabral de Melo Neto, Gilberto Freyre, Clarice Lispector e Joaquim Cardoso, entre outros, representa o melhor da produção literária do estado de Pernambuco.

Alfredo Damiano – Wikipédia, a enciclopédia livre

by tadeufilippini
Alfredo Damiano Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa Question book-4.svg Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde dezembro de 2009). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido. —Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico) Alfredo Damiano Nascimento 11 de fevereiro de 1963 São Paulo Morte 1 de maio de 1994 (31 anos) Ocupação Ator IMDb: (inglês) Procurar imagens disponíveis João Alfredo Damiano, ou simplesmente Alfredo Damiano (São Paulo 11 de fevereiro de 1963 — ?, 1º de maio de 1994) foi um ator brasileiro.[1] Carreira Os primeiros contatos com o palco foram num grupo de teatro amador da Fundação Armando Álvares Penteado, onde cursou comunicação social. Depois foi para a Escola de Arte Dramática da USP.[1] Estreou no cinema dirigido por Roberto Santos, no filme Nasce uma Mulher (1983). Logo depois, contracenou com Carla Camurati em A Estrela Nua (1984). Em seguida vieram as atuações em Brasa Adormecida (1987) e Sua Excelência, o Candidato (1992). Seu trabalho de maior repercussão foi em Feliz Ano Velho (1987).[1] Na televisão, atuou em Uma Esperança no Ar (1985).[1]

Thiago de Mello – Wikipédia, a enciclopédia livre

by tadeufilippini (via)
Thiago de Mello Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa Question book.svg Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido. —Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico) Thiago de Mello Thiago de Mello na pré-convenção do PV que homologou a candidatura de Marina Silva à Presidência da República do Brasil em 2010. Nome completo Amadeu Thiago de Mello Nascimento 30 de março de 1926 (92 anos) Barreirinha, AM Nacionalidade brasileira Ocupação poeta, tradutor Prémios Prémio da Associação Paulista dos Críticos de Arte (1975) Magnum opus Faz Escuro, mas Eu Canto (1966) Presente de um poeta, de Pablo Neruda, é um dos trabalhos traduzidos por Thiago de Mello. Amadeu Thiago de Mello (Barreirinha, 30 de março de 1926) é um poeta e tradutor brasileiro. É um dos poetas mais influentes e respeitados no país, reconhecido como um ícone da literatura regional. Tem obras traduzidas para mais de trinta idiomas. Preso durante a ditadura (1964-1985), exilou-se no Chile, encontrando em Pablo Neruda um amigo e colaborador. Um traduziu a obra do outro e Neruda escreveu ensaios sobre o amigo.

Federico Fellini – Wikipédia, a enciclopédia livre

by tadeufilippini (via)
Federico Fellini Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Disambig grey.svg Nota: Se procura por outras acepções, veja Fellini (desambiguação). Federico Fellini Outros nomes Federico F. Fellini Fellini FeFe Il Maestro Nascimento 20 de janeiro de 1920 Rimini, Itália Morte 31 de outubro de 1993 (73 anos) Roma, Itália Ocupação Diretor, roteirista Atividade 1942 – 1993 Cônjuge Giulietta Masina (1943 – 1993) Oscares da Academia Óscar Honorário 1993 – Pelo Conjunto da Obra Oscar de melhor filme estrangeiro 1957 - La Strada 1958 - Le notti di Cabiria ' 1964 – 8½ Globos de Ouro Melhor Filme Estrangeiro 1963 – 8½ Prémios BAFTA BAFTA Fellowship Award Festival de Cannes Palma de Ouro 1960 - La Dolce Vita Melhor Diretor 1972 – Roma Homenageado na 40ª edição 1987 – Intervista Menção especial 1957 - Le notti di Cabiria Festival de Veneza Leão de Prata 1953 Prémio de Honra - Leão de Ouro 1985 Outros prêmios Grande Prémio do Festival Internacional de Cinema de Moscovo 1963 Prémio Dourado do Festival Internacional de Cinema de Moscovo 1987 Página oficial IMDb: (inglês) Federico Fellini (Rimini, 20 de janeiro de 1920 — Roma, 31 de outubro de 1993) foi um dos mais importantes cineastas italianos.[1] Fellini ficou eternizado pela poesia de seus filmes, que, mesmo quando faziam sérias críticas à sociedade, não deixavam a magia do cinema desaparecer. Trabalhou suas trilhas sonoras, na grande maioria das vezes, com o grande compositor Nino Rota.

Laura Cardoso – Wikipédia, a enciclopédia livre

by tadeufilippini (via)
Laura Cardoso Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre. Laura Cardoso OMC Laura em Brasília, 2006, ao receber a Ordem do Mérito Cultural, do Ministério da Cultura. Nome completo Laurinda de Jesus Cardoso Baleroni Outros nomes Laura Cardoso Nascimento 13 de setembro de 1927 (90 anos) São Paulo, SP Nacionalidade Brasileira Ocupação Atriz Atividade 1952 -presente Cônjuge Fernando Baleroni (1949-1980) IMDb: (inglês) Laura Cardoso, nome artístico de Laurinda de Jesus Cardoso Baleroni OMC (São Paulo, 13 de setembro de 1927)[1], é uma atriz brasileira. É a interprete de personagens inesquecíveis como, a Isaura Araujo de Mulheres de Areia, a Aída Sampaio de Brilhante, a Carolina de Livre Para Voar, a Donana de Pão Pão Beijo Beijo, a Marta de Fera Radical, a Guiomar de A Viagem, a Sinhana Coragem de Irmãos Coragem, a Soraya de Explode Coração, a Ruth de Salsa e Merengue, a Silvana de A Padroeira, a Dona Carmen de Chocolate Com Pimenta, a Dona Francisquinha de Como Uma Onda, a Laksmi de Caminho das Indias, a Dona Doroteia de Gabriela e Dona Caetana de O Outro Lado Do Paraíso,

2017

2016

2015

Do Not Track et In Limbo : le webdoc sur mesure | FMC Veille

by srcmax
Analyse de deux webdocumentaires réalisés en coproduction avec la France, le Canada et l’Allemagne qui utilisent les données personnelles de l’auditoire pour adapter le contenu de l’œuvre.

Quand Arte veut « résister » aux géants du Web

by srcmax
Et de s’enorgueillir d’avoir diffusé au printemps la série documentaire « Do not track », consacrée à la traçabilité numérique : « Grâce à cette série, Arte contribue à une meilleure connaissance et à une meilleure maîtrise par le citoyen de l’utilisation qui est faite de ses données personnelles. »

A l'avant-garde de la webcréation, le service public s'éclate en ligne - Télévision - Télérama.fr

by sbrothier & 1 other
Internet connaît tout de notre vie privée. Nos goûts, nos déplacements, nos fantasmes. Nous le savions, mais nous ne l'avions jamais perçu avec une telle acuité. A partir de cette semaine, Arte nous en apporte les preuves tangibles, avec un documentaire interactif au concept vertigineux : en face de nous, derrière l'écran, les journalistes Vincent Glad et Zineb Dryef nous aident à traquer nos propres données personnelles, ces traces que nous avons malgré nous abandonnées ici et là sur la Toile.

2014

24h JERUSALEM : un pari réussi pour ARTE « ARTE PRO - Professionnels de l'audiovisuel

by sbrothier & 1 other (via)
« Nous sommes heureux et fiers », a déclaré Alain Le Diberder, Directeur des programmes d’ARTE GEIE, « que cette programmation spéciale courageuse ait su emporter l’adhésion du public. C’est la preuve qu’ARTE, en ouvrant de larges espaces de découverte et en portant un éclairage original sur les grandes thématiques auxquelles le monde d’aujourd’hui est confronté, répond à l’attente des téléspectateurs et remplit sa mission de chaîne publique, culturelle et européenne ».

Arte und BR zeigen einen Tag lang Doku "24 h Jerusalem" - SPIEGEL ONLINE

by sbrothier & 1 other
Diesen Samstag sollten Sie vor dem Fernseher verbringen, denn dann zeigen Arte und der BR die Mammut-Doku "24 h Jerusalem", ein eindringliches Porträt der umkämpften Stadt - das genau wegen dieser Kämpfe fast nicht zustande gekommen wäre.

Active users

tadeufilippini
last mark : 20/07/2018 18:20

mfaure
last mark : 02/07/2018 13:40

groucho
last mark : 02/08/2017 08:50

decembre
last mark : 28/09/2016 12:49

srcmax
last mark : 02/10/2015 14:02

manu
last mark : 24/04/2015 10:21

sbrothier
last mark : 21/04/2015 16:02

bamthomas
last mark : 31/12/2014 08:49

Krome
last mark : 04/07/2014 11:24