public marks

PUBLIC MARKS from tadeufilippini with tags guiadohardware & "linux guiadohardware"

2010

Será o fim da computação pessoal de propósito geral?

Será o fim da computação pessoal de propósito geral? Artigos Quando os computadores, que são máquinas que evoluem e podem ser reprogramadas, se tornaram amplamente disponíveis, o burburinho gerado foi merecido. Cientistas, bancos e companhias de seguros, acharam que estavam sonhando; outros, como os escritores de ficção científica, acharam que aquilo era um pesadelo. Hoje em dia, gostando ou não, eles estão em toda parte. Só que parte desses computadores voltados para o uso individual está se distanciando bastante do conceito original de máquina programável. Eles mais parecem ferramentas comuns, com uma utilidade fixa. Seus mecanismos internos personalizáveis só estão acessíveis às pessoas que os desenvolveram. Será que não existe mais mercado para máquinas programáveis pessoais de propósito geral, capazes de fazer de tudo? Vou tentar responder a essa pergunta, levando em conta duas fortes tendências no mercado da computação pessoal: os dispositivos sensíveis ao toque e a computação em nuvem.

Primeiras impressões do Ubuntu 10.04

Primeiras impressões do Ubuntu 10.04 Artigos Seja você fã ou não do Ubuntu, o fato é que essa criação da Canonical no momento é a distribuição Linux para desktops mais popular do planeta. A versão mais recente, a 10.04, é uma versão de suporte a longo prazo (ou LTS), ou seja, ela vai receber atualizações até 2013 (a edição para servidores ainda conta com mais dois anos). Várias mudanças foram feitas no Ubuntu 10.04 "Lucid Lynx", e eu estava curioso para ver o que a equipe do Ubuntu havia preparado. Antes de experimentar a nova versão, tive a oportunidade de conversar com Gerry Carr, chefe de marketing de plataforma da Canonical.

Dual boot de Windows 7 e Vista com Linux sem usar o GRUB

Dual boot de Windows 7 e Vista com Linux sem usar o GRUB Dicas do Guia do Hardware Um problema comum para quem tem dual boot com Windows e Linux é a configuração do gerenciador de boot, o GRUB. O gerenciador do Windows não permite inicializar um sistema Linux facilmente, e o Windows sempre sobrescreve a MBR quando é instalado. E o contrário também pode ocorrer algumas vezes. Com um HD só nunca tive problemas, mas atualmente com três (dois SATA e um IDE) nunca consegui configurar o GRUB corretamente, mesmo seguindo vários tutoriais e lendo atentamente as opções, revisando a ordem dos drives no BIOS, etc. Se esse é seu caso, ou se você tem medo das opções do GRUB, pode usar o aplicativo freeware Easy BCD.

Quake II portado para HTML5

Quake II portado para HTML5 Artigos Em novembro do ano passado, eu disse que era questão de tempo para que isso acontecesse. Também em novembro, Joel Webber, um engenheiro do Google, teve a inspiração de portar Quake II para o HTML5 a partir do Jake2 — um port Java do jogo — usando o Google Web Toolkit, que permite que aplicativos como o Google Mail, o Google Maps e o Google Wave sejam criados em Java e compilados como JavaScript. Ao lado de dois engenheiros do Google (Ray Cromwell e Stefan Haustein) que colaboraram "em 20% do tempo", a ideia deu certo!

Introdução ao Igelle 1.0

ct Introdução ao Igelle 1.0 Artigos O Igelle é uma distribuição surgida há pouco tempo: a versão 0.6 foi a primeira, e saiu há mais ou menos um ano. Em fevereiro deste ano, os desenvolvedores do Igelle anunciaram a disponibilidade da versão 1.0, chamando-a de "o sistema operacional mais flexível do mundo". Intrigado com o que parecia ser uma abordagem única e empolgante do Linux, decidi testar a distribuição. Antes de dar uma olhada na distro eu tive a oportunidade de conversar com o líder da equipe de desenvolvimento, Markku Kero

2009

GDH Press: Blog

(via)
Entendendo os supercomputadores 26/11/2009 – 18:39 Embora muito grandes e caros, os supercomputadores oferecem um poder de processamento milhares de vezes superior ao de qualquer desktop doméstico. As aplicações são muitas, englobando principalmente pesquisas científicas, aplicações militares e diversos tipos de aplicativos financeiros, meteorológicos e simulações complexas; tarefas que envolvem um volume absurdo de cálculos e são necessárias para governos e instituições que podem pagar vários milhões por um computador o mais rápido possível. O termo "supercomputador" começou a ser usado na década de 1960 para distinguir os sistemas de alto desempenho dos computadores de pequeno e médio porte, destinados a tarefas secundárias. Antes disso, o termo não faria muito sentido, já que todos os computadores eram "super" no sentido de serem muito grandes e caros.

GDH Press: Blog » Um guia rápido do Debian Lenny

Um guia rápido do Debian Lenny Publicado em 22/02/2009 – 20:50 por Carlos Morimoto Embora o Debian "puro" seja mais usado em servidores, ele também pode perfeitamente ser usado em desktops. Se você se sente confortável em usar o apt-get/aptitude e gosta da estrutura geral do sistema, mas está em busca de um sistema mais leve e personalizável, o Debian pode ser a melhor opção. O Debian é a base para o Ubuntu e inúmeras outras distribuições. O próprio repositório "universe" do Ubuntu nada mais é do que um snapshot do repositório instável do Debian, com alguns patches e personalizações adicionais. Se somarmos o Ubuntu, Kubuntu e todos os descendentes diretos e indiretos, as distribuições da família Debian são usadas em mais de 70% dos desktops Linux. O maior problema em utilizar o Debian diretamente, em vez de usar o Ubuntu ou outro derivado é que o sistema é bastante espartano, carecendo de muitas ferramentas de configuração automática. Em compensação, ele é bem mais leve que o Ubuntu, pois muitos pacotes são compilados com menos componentes e opções mais otimizadas, o que resulta em um desempenho geral sensivelmente superior, sobretudo nas máquinas mais modestas. Ao instalar e remover pacotes, você vai notar também que o sistema é menos "engessado" em relação às dependências de pacotes, permitindo que você tenha um desktop funcional com um volume muito menor de pacotes.

Kurumin

(via)
Kurumin 7 (descontinuado) O Kurumin foi uma distribuição Linux desenvolvida pela equipe do Guia do Hardware e colaboradores, com o objetivo de ser um sistema fácil de usar, voltado especialmente para iniciantes e ex-usuários do Windows. Originalmente o Kurumin foi desenvolvido com base no Knoppix, passando em seguida a utilizar também componentes do Kanotix e outros projetos, além de ser baseado nos pacotes do Debian. Todos os componentes e scripts usados são abertos, o que possibilitou também o surgimento de versões modificadas do sistema. Apesar de ter feito um grande sucesso e ter sido durante algum tempo uma das distribuições mais usadas no país, o projeto acabou falhando em atrair um grupo de desenvolvedores interessados em participar de forma ativa do desenvolvimento. Este e outros fatores (entre eles a justificada cobrança em torno de novos recursos e melhorias) acabaram fazendo com que o projeto fosse descontinuado em janeiro de 2008. Um bom resumo das notícias pode ser encontrado nestes dois posts do MaxRaven: Duvidas pairando sobre a continuação do Kurumin Linux | Fim do Kurumin? Ainda não | Oficialmente, o Fim do Kurumin | Fim do Kurumin.

Sobre a (des)continuidade do Projeto "Kurumin NG"

(via)
Sobre a (des)continuidade do Projeto "Kurumin NG" 1. Kurumin NG 2. Lançamento do Kurumin NG 8.04 Beta 1 3. Lançamento do Kurumin NG 8.04 Beta 2 4. Lançado o Kurumin NG 8.06 Final 5. O que você não gostou no Kurumin NG?

Sobre a (des)continuidade do Kurumin NG

(via)
Notícias Mais notícias de 01/2009 Sobre a (des)continuidade do Kurumin NG Em um tópico na sala do fórum, Jqueiroz e Carlos Morimoto esclareceram a descontinuidade do projeto Kurumin NG, que foi tema de discussão em diversos sites ao longo do dia. Leia no: http://www.guiadohardware.net/comunidade/projeto-continuidade/944469/ Atualização, linha do tempo da crise e desfecho: O projeto do Kurumin NG surgiu em março de 2008, como uma proposta de continuação do Kurumin 7, chefiada por Leandro Soares e acabou de maneira tumultuada.

Como Configurar ADSL no Ubuntu 6!

(via)
Eu configurei a banda larga usando o pppoeconf, com o comando: sudo pppoeconf Só que no meu caso a banda larga tinha que ser configurada toda a vez que eu reiniciava. A solução eu achei neste tópico: http://ubuntu.linuxval.org/smf/index.php?topic=4731.0 Nele explicam que você deve substituir o conteúdo do arquivo intefaces pelo que está no tópico. Depois disso tudo funciona perfeitamente.

2008

Criando comunidades produtivas com ferramentas livres

(via)
Muito se tem falado sobre a 'Web 2.0' e a criação de sites mais interativos, mas o que está acontecendo é uma volta à natureza comunitária da internet. A colaboração, a cooperação e o compartilhamento de informações são idéias que datam de antes da rede mundial de computadores. Mas foi no ambiente moderno de computação distribuída que essas tecnologias realmente floresceram. Este é um guia para oito dessas tecnologias. Você deveria considerar usá-las em projetos de compartilhamento de informações de todo tipo, indo de projetos multimídia a projetos de software e hardware.

Webmin: substituindo o terminal na administração do sistema

(via)
Este tutorial explica como instalar e usar o Webmin, uma interface de usuário via web muito usada na administração de servidores Linux. Mas se você não é administrador de sistemas, não fuja: o Webmin também pode ser usado nos desktops rodando Linux. Se você é daqueles que penam para lembrar de todas as operações de linha de comando usadas para gerenciar runlevels ou os muitos daemons do sistema, pode preferir fazer tudo isso por meio de uma interface gráfica. Um dos melhores motivos para se usar o Webmin é poder evitar as muitas variações de linha de comando existentes entre as distros e as diferentes localizações de arquivos de configuração que você teria que memorizar.

Usando o VirtualBox

(via)
Até pouco tempo, usar uma máquina virtual era sinônimo de usar o VMware Player ou o VMware Server. Isso mudou com o crescimento do VirtualBox, que começou como um projeto da Innotek (uma empresa alemã de desenvolvimento de softwares) e foi posteriormente incorporado pela Sun. O VirtualBox é um virtualizador bastante prático e poderoso e possui versões para Linux e para Windows, além de ser gratuito e open-source.

Lançado Puppy Linux 4.00

(via)
Lançado Puppy Linux 4.00 Segundo Marcos Elias, "para quem não sabe, o Puppy Linux é uma distro otimizada para PCs com pouca memória, rodando bem em computadores com 128 MB, por exemplo. Apesar disso, é um sistema atualizado, com recursos e programas que permitem ao usuário fazer coisas que dependam de programas atualizados, incluindo a navegação na web e visualização de arquivos PDF, fora o gerenciamento do computador em si. O Puppy apresenta uma interface simples e prática, mas não chata nem minimalista como pode parecer à primeira vista, sendo fácil de usar como um sistema completo para as atividades mais comuns, sem falar que roda direto do CD." O Puppy Linux chegou à sua versão 4.00, uma atualização importante para a distro minimalista, que possuía a versão final estável anterior lançada em 15 de outubro de 2007, há aproximadamente seis meses atrás. Um ritmo de desenvolvimento lento se comparado ao do ano passado. Entre as novidades, estão: totalmente re-compilado a partir do código-fonte, usando o projeto T2; GTK no live CD padrão; temas do GTK , JWM e fundo da área de trabalho revisados completamente; várias melhorias relacionadas a hardware e software; atualização geral em aplicativos, etc.

Linux dentro do Windows usando uma VM, fácil

Se, assim como a maioria, você possui um único micro, uma opção para testar as distribuições Linux sem precisar mexer no particionamento do HD e instalar o sistema em dual-boot, é simplesmente rodar o sistema dentro de uma máquina virtual, no próprio Windows. Com isso, você ganha liberdade para testar o sistema e fuçar sem se preocupar em deixar seu PC fora de operação. Uma VM nada mais é do que um conjunto de arquivos dentro de uma pasta do HD, de forma que se algo dá errado, você só tem o trabalho de deletar a pasta e começar de novo.

Adiamento no cronograma do Kurumin 8 - FórumGdH

Este é só um aviso para esfriar os ânimos de quem esteja aflito pela falta de novas versões de desenvolvimento. Como todos bem sabem, o Kurumin 7 é baseado no Debian Etch, que é a atualmente versão estável do Debian. Graças a isso, o Kurumin 7 tem se revelado muito mais estável que as versões anteriores, com upgrades suaves e atualizações se segurança disponibilizadas pontualmente pela equipe do security.debian.org. As versões 7.0r2 e 7.0r3 disponíveis nos mirrors de download incluem apenas pequenas atualizações vindas dos repositórios do Debian, de forma que quem já está usando o Kurumin 7.0 pode simplesmente atualizar o sistema via apt-get, sem precisar reinstalar. A próxima versão do Kurumin será o Kurumin 8, baseado no Lenny (a próxima versão estável do Debian). O lançamento das primeiras versões de desenvolvimento estava planejado para junho/julho deste ano, mas por falta de tempo a data precisará ser adiada, possivelmente para o início de 2008, coincidindo com a época de férias. Enquanto isso continuarão sendo disponibilizadas versões com pequenas atualizações, mantendo a idéia de releases estáveis. __________________ Cursos GDH: http://www.guiadohardware.net/cursos/

2006

tadeufilippini's TAGS related to tag guiadohardware

advanced package tool +   beginners +   boot +   carlos morimoto +   cd +   computing +   computing cloud +   comunidades produtivas +   continuidade +   cygwin +   debian +   debian lenny +   descontinuidade +   distribuicoes linux +   distributions +   distros +   distros linux +   easy cd creator +   editor +   euaqui +   gdh +   gdh linux +   ghw +   ghw linux +   guia +   guia do hardware +   guia hardware +   guiadohardware linux +   guiadohardware.net +   hardware +   hardware guia +   html +   iniciantes linux +   internet +   internet ubuntu +   Jose +   kokar +   kubuntu +   kurumin +   kurumin 7 +   kurumin kokar +   kurumin linux +   kurumin ng +   kurumin-ng +   kurumin-ng.com.br +   lenny debian +   linux +   linux distribuicoes +   linux distributions +   Linux Distros +   linux gdh +   linux ghw +   linux guiadohardware +   linux kurumin +   linux mandriva +   linux tutorial +   linux webmin +   linux windows +   linuxmint livecd +   livecd linuxmint +   lucid lynx +   mandriva +   mandriva linux +   mandriva tutorial +   maquina +   maquina virtual +   Maria +   micros +   montagem +   montagem micros +   morimoto +   morimoto carlos +   opensource +   os +   pen drive +   pendrive +   pppoe +   pppoeconf +   produtivas comunidades +   quake +   software +   SoftwareLivre +   tadeufilippini +   tutoriais +   tutorial +   tutorial linux +   tutorial mandriva +   tutorials +   ubuntu +   ubuntu guiadohardware +   ubuntu internet +   ubuntu lucid +   virtual +   virtualbox +   vmware +   webmin +   windows +   windows linux +   wine +   xubuntu +